Atuação do Pedagogo

Este blog será utilizado pela turma de 2006 do 4º ano "A" do Curso de Pedagogia do Centro Universitário Salesiano de São Paulo (UNISAL) como instrumento de apoio e produção de texto/artigo na disciplina Atuação do Pedagogo.

13.9.06

ATUAÇÃO DO PEDAGOGO EM TURISMO

ATUAÇÃO DO PEDAGOGO EM TURISMO

O Pedagogo é um profissional capaz de atuar em diversos âmbitos educativos e de responder às diversas demandas e exigências de uma sociedade cada vez mais complexa.
Para tanto, precisa estar preparado para enfrentar, com criatividade e competência, os problemas do cotidiano, ser flexível e tolerante e estar atento às questões decorrentes da diversidade cultural que caracteriza nossa sociedade atual.
Em nossa pesquisa encontramos o pedagogo atuando na área de turismo apenas como recreacionista em situações de lazer como: em acampamentos e passeios escolares.
Realizamos pesquisa de campo a fim de coletar dados relacionado a atuação do pedagogo na área do turismo em empresas de viagens, como por exemplo, na CVC, na BRA em Hotéis e outros. Veja como ocorreu:
Na empresa aérea BRA, fomos bem recebidas e quando nos apresentamos como estudantes de pedagogia do Centro UNISAL (Universidade Salesianas – campus Santa Teresinha) e relatamos que estávamos coletando dados sobre a atuação do pedagogo no turismo, sentimos que o funcionário nos tratou com indiferença e até com um pouco de descaso. Ao perguntarmos sobre a presença de um especialista na educação (o pedagogo) na empresa de turismo, ele mal respondeu e disse não ter conhecimento do assunto e do que era exatamente um pedagogo. Percebemos, então, que o funcionário não queria mais nos atender e aproveitamos o momento para falarmos sobre pacotes turísticos para as férias de julho, pois, uma de nós iríamos viajar, nesse período, e aproveitou o momento para pesquisar diversos lugares e preços. Nesse momento, o funcionário da BRA, nos atendeu com muita gentileza e presteza, pediu que nos sentássemos, passou a nos chamar por “senhoras” e depois de mostrar a uma de nós os pacotes aéreos, quis até nos atender respondendo que desconhecia a presença de um pedagogo nesta área. Foi uma situação um pouco desagradável e constrangedora. Nós, inicialmente, fomos mal recebidas e ao final, tratadas com muita educação por estarmos interessadas no produto da empresa. Foi uma pena!
Na CVC, fizemos o contrário: iniciamos pesquisando sobre pacotes turísticos e, em seguida, dizendo que éramos estudantes de pedagogia do UNISAL. Dessa maneira, percebemos que fomos muito bem atendidas e o funcionário que nos atendeu, nos tratou como “clientes preferenciais” e se mostrou interessado no assunto. Perguntamos a ele sobre a presença de pedagogos na empresa e ele disse desconhecer, nos indicando o telefone da central da CVC, especificamente, no setor de RH. Antes de irmos embora da empresa aérea (CVC) o funcionário nos perguntou: “...mas o que um pedagogo faz?”, ficamos encabuladas com a pergunta e surpresas com a certa “ignorância” do mesmo e respondemos acreditando que tal profissão é pouco ou nada conhecida e explorada fora da área da educação e da sala de aula. Posteriormente, ao ligarmos para essa central, fomos informadas da ausência de um profissional da educação, especialmente o pedagogo, e que havia, somente, uma estudante de psicologia que atuava como estagiária do local.
Em uma nova situação, agora não mais empresas aéreas e sim em um Hotel de grande porte, conversamos com um amigo nosso, Antônio, que trabalha no hotel Estamplaza na função de Recepcionista Sênior, a respeito da presença de pedagogos na área de hotelaria. O mesmo nos atendeu bem e se mostrou prestativo a nos fornecer as informações necessárias. Com relação à presença de pedagogo na área de turismo ele disse desconhecer e procurou na rede dos hotéis esse profissional, que foi uma pesquisa sem sucesso, ou seja, o pedagogo não foi encontrado nessa área, apenas, uma estagiária de pedagogia que por sua vez não atuava como pedagoga.
Em escassa oportunidade em que encontramos o pedagogo atuando no âmbito do turismo o mesmo estava exercendo o papel de monitor / recreacionista em acampamentos, sítios turísticos, ou seja, não exercia a função de Pedagogo, assim como já foi citado anteriormente.
Um exemplo que podemos citar é o de uma pedagoga que trabalha em um acampamento que se localiza em Mairiporã, formada à três anos, hoje encontra-se trabalhando em períodos de férias (janeiro / julho, como recreacionista, vista pelas crianças como uma monitora. Junto a ela existem mais 11 monitores (profissionais de educação física e outros). Cada qual cuida de uma equipe durante o dia todo, realizando atividades elaboradas por uma comissão de organizadores, organizadores estes que são profissionais da árera de educação física, não existindo a presença de nenhum pedagogo para planejar, orientar, etc.
Enfim, não fomos felizes em poder encontrar um pedagogo trabalhando na área do turismo, mas estamos anciosas para receber informações sobre um pedagogo exercendo sua real e rica função dentro da área turistica. Quem tiver informações por favor postem-nos! Continuaremos pesquisando!

2 Comments:

Blogger alfajor magico said...

Olá, este é exatamente o tema de um trabalho acadêmico que precisamos apresentar. É uma área tão pouco explorada que não encontramos nada significativo (nenhum pedagogo que atua na área). Você tem esta matéria em video para nos ceder? Daremos todo crédito.
Obrigada.

Meu email: luciarafarustino@yahoo.com.br

17/3/18 07:06  
Blogger Unknown said...

Eu pesquisei bastante e também não consegui encontrar sobre a atuação do pedagogo no turismo.

19/3/18 08:37  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home